Utilização inadequada de maquinas pesadas

set - 13
2018
Treinamento

Utilização inadequada de maquinas pesadas

Por utilização inadequada podemos entender que: A operação está sendo executada de maneira incorreta ou o equipamento foi colocado para operar em um local que não estava inicialmente previsto.

Nos dois casos haverá problemas, gerando maior número de quebras e maiores custos. Vamos analisar cada um deles.

Operação inadequada: mesmo que um operador seja treinado para operar corretamente um equipamento, durante o período de amaciamento, este operador vai cometer falhas e operar incorretamente a máquina. Além do treinamento é necessário capacitação, e esta se consegue com muita prática. Veja quantos alunos saem das auto-escolas, recebem a carteira de habilitação, estão treinados para dirigir, mas não estão aptos a encararem uma rodovia de maior movimento. Pelos menos são poucos os que gostariam viajar de carona com um motorista assim.

A operação inadequada é, de longe, a maior causa dos motivos de quebra de um equipamento. A íntima convivência existente entre operador e o seu equipamento móvel reforça a relação de causa e efeito entre eles. Se o equipamento oferece boas condições de conforto e estabilidade, o operador reage apresentando boa produtividade e menor desgaste físico. Se, por outro lado, o operador se utiliza de velocidades incorretas de deslocamento, provoca choques contra obstáculos, efetua movimentos bruscos e cria braço de alavanca o equipamento quebra prematuramente. E, neste caso, a culpa é toda do operador.

Nossos parceiros da OPERACTION listam alguns motivos para treinar e capacitar um operador de máquinas pesadas

1- Segurança

Por mais simples que pareça ainda existem operações no campo colocando em risco a vida dos operadores e de pessoas em volta do equipamento. Segurança sempre estará em primeiro lugar.

2- Economia

Um operador que passa por um treinamento consegue economizar muito dinheiro. Um bom treinamento traz informações importantes sobre uso adequado do equipamento. E se o operador utiliza a máquina de forma correta ele certamente economizará muito na operação.

3- Produtividade

Se economizar é importante, produzir mais não fica atrás. Um operador treinamento pode produzir muito mais que um operador sem formação.

4-Longa vida útil do equipamento

Quem passa por um treinamento aprende a proteger o seu equipamento. Conhecer o funcionamento e o limite dos principais componentes garante uma longa vida útil a todo o conjunto.

5- Novas tecnologias

As máquinas de hoje oferecem uma eletrônica embarcada muito sofisticada. Conhecer todos os recursos disponíveis do equipamento é fundamental para uma boa operação. Existem configurações muito sensíveis e só um operador treinado pode executá-las com confiança e segurança. Para um operador sem treinamento são apenas botões e números.

6- É obrigatório

De acordo com as normas NR10, NR11, NR12 e outras legislações, o treinamento do operador deve ser anual e é obrigatório. Evita multas do ministério do trabalho e mantenha no seu canteiro de obras profissionais atualizados.

7 – É barato

O treinamento de operadores representa menos de 1% do custo do equipamento. Os benefícios alcançados são incalculáveis.

8 – É bom para a natureza

Equipamentos pesados trazem grandes impactos na natureza. Conhecer todas as características que minimizam estes impactos é fundamental para uma operação ecologicamente correta. Temas como emissão de poluentes, descarte de resíduos e outros são parte fundamental de um treinamento.

9 – Valoriza o profissional

Um operador treinamento é mais valorizado que um operador sem formação. Além da profissão, o treinamento traz muitos conhecimentos em diversas temas como cidadania, ética, respeito e limites profissionais.

10 –  Conhecimento não ocupa lugar no espaço 

Todo conhecimento adquirido é importante para o ser humano. Não existe ninguém que sabe tudo. Sempre aprendemos com outras pessoas. Toda transformação começa em uma sala de aula. Os anos de experiência no campo são importantes e ficam mais ricos com o conhecimento teórico.

Equipamento operando fora do que foi programado: um fato que ocorre com freqüência é especificar um equipamento segundo alguns parâmetros e depois mudar alguns deles. O equipamento foi especificado para operar em área plana e é colocado em área com relevo ondulado, foi especificado para trabalhar numa bancada e acaba sendo submerso na lama deveria trabalhar numa floresta de baixa produtividade e é colocado em uma floresta de maior produtividade. Neste caso, também ocorrem quebras antes do previsto, pois teremos inadequação do produto, embora originalmente ele estivesse bem especificado, se fossem mantidas as condições de projeto. Sabemos que as exigências operacionais são dinâmicas e, eventualmente ocorrem mudanças não previstas. Mas temos que saber que haverá um preço a ser pago e avaliar se este preço é compensador.

 

Fale com o Whatsapp